domingo, 16 de abril de 2017

o Senhor Ressuscitou verdadeiramente

 
Atos dos Apóstolos
Naqueles dias, Pedro tomou a palavra e disse: «Vós sabeis o que aconteceu em toda a Judeia, a começar pela Galileia, depois do batismo que João pregou: Deus ungiu com a força do Espírito Santo a Jesus de Nazaré, que passou fazendo o bem e curando a todos os que eram oprimidos pelo Demónio, porque Deus estava com Ele.
Nós somos testemunhas de tudo o que Ele fez no país dos Judeus e em Jerusalém; e eles mataram-n’O, suspendendo-O na cruz.
Deus ressuscitou-O ao terceiro dia e permitiu-Lhe manifestar-Se, não a todo o povo, mas às testemunhas de antemão designadas por Deus, a nós que comemos e bebemos com Ele, depois de ter ressuscitado dos mortos.
Jesus mandou-nos pregar ao povo e testemunhar que ele foi constituído por Deus juiz dos vivos e dos mortos.
É d’Ele que todos os profetas dão o seguinte testemunho: quem acredita n’Ele recebe pelo seu nome a remissão dos pecados».
Act 10,34a.37-43

terça-feira, 4 de abril de 2017

Finalistas 2017


Comunhão Pascal 2








Comunhão Pascal

Foi um trabalho enorme, uma canseira que se arrastou ao longo de algumas semanas... Empenho de muitos, dedicação de alguns que fazem a diferença e que tornam este momento inesquecível... Obrigado por este momento que nos proporcionaram, pela beleza que emprestaram a todo o conjunto. 




sábado, 1 de abril de 2017

Acompanhar os jovens através da beleza

Ao longo dos tempos, a Igreja teve uma preocupação especial pela beleza, arte, arquitetura e liturgia, por serem formas muito poderosas de acompanhar pessoas no seu caminho de fé. O próprio conceito de fé é de que vai para além da realidade visível e concreta do dia a dia. O ser humano foi criado com vontade, intelecto e alma, ensina S. Tomás. Todas precisam de ser tratadas se queremos ajudar as pessoas a avançar na sua compreensão de Deus. Neste contexto, a palavra "compreensão" vai para além do puramente intelectual, envolvendo também o nosso lado mais emotivo. Só as palavras, ou só a lógica intelectual, ou só experiências emocionantes não são suficientes para colher algo do próprio ser de Deus. Por um lado, Deus não pode ser plenamente explicado e descrito através do nosso intelecto ou raciocínio intelectual. Ele permanece sempre um mistério inefável para nós, porque Deus é sempre maior, como Santo Anselmo nos recordou. Por outro lado, há modalidades através das quais nos podemos aproximar do coração desse mistério. Ao fazê-lo, avançamos no nosso caminho de fé em direção a Deus.

 A beleza, arte, arquitetura e liturgia não são apenas poesia para os iletrados. São meios poderosos em que a presença e essência de Deus se exprimem e experienciam, ainda que Ele seja basicamente o ser inefável que é. Neste sentido, também há "ferramentas" poderosas para os responsáveis pelo acompanhamento de pessoas. Isto inclui os jovens de hoje, porque apesar de o número de visitas a museus e teatros poder estar em declínio, a beleza, arte, arquitetura e até a liturgia falam uma linguagem poderosa que pode ser compreendida sem muita explicação anterior. Estas "ferramentas" existem para serem experienciadas, e assim ajudam a pessoa a avançar no seu caminho para Deus. Isto corresponde-se com um importante elemento do acompanhamento, em que a pessoa que acompanha deve retirar-se de tempos a tempos e «deixar que o Criador lide diretamente com a criatura», como dizia Santo Inácio de Loyola. Obviamente isto não significa que quem acompanha só deve ir atrás e responder ao que é experienciado. Há ocasiões onde é precisa uma liderança clara. Acompanhamento quer igualmente dizer orientação espiritual no sentido de ajudar a ver mais além, caminhar à frente onde necessário. Quando aos jovens são dados apenas alguns elementos fundamentais para melhor lerem e compreenderem a beleza, a arte, a arquitetura e a liturgia, podem apreciar melhor a sua mensagem mais profunda, deixando essas "ferramentas" ajudarem-nos a aproximarem-se do mistério de Deus.
A liturgia tem uma função de ponte entre o ser humano e Deus. Ainda que a forma da liturgia seja feita pelo homem, a sua essência vem diretamente de Deus. Por exemplo, a maneira como celebramos a Eucaristia é o produto de um desenvolvimento ao longo dos tempos, mas a essência do que Jesus disse aos discípulos para fazerem em sua memória nunca mudou. A liturgia é um momento precioso onde Céu e Terra estão muito perto, como poderosamente se expressa no canto do Santo. A liturgia fala a todos os sentidos humanos: por exemplo, a escuta de palavras e música, o cheiro do incenso e do óleo perfumado, a visão da beleza e dos símbolos, o tocar e o beijar da cruz ou das relíquias, o gosto do pão e do vinho. A liturgia dirige-se a todo o ser humano, tal como fomos criados por Deus. Ele sabe melhor que nós o que precisamos e o que é importante nas nossas vidas. Na liturgia, arte e arquitetura desempenham o seu papel mais elevado: as ideias que transpiram são canalizadas para uma só mensagem, o amor de Deus por cada ser humano e o seu desejo de que todos respondam positivamente ao seu convite.
No desenho para a basílica da Sagrada Família [Barcelona], o arquiteto espanhol Antoni Gaudí pretendeu criar uma construção que honrasse Deus em cada detalhe, e ao mesmo tempo expressasse a grandeza do seu plano amoroso de salvação para todos os que a visitassem. Ao fazê-lo, Gaudí criou uma monumental estrutura de evangelização. Sendo ele próprio um devoto cristão, desejou que outros encontrassem o amor de Deus e quis que o seu trabalho contribuísse para tal. Por isso, ainda hoje, o turista que olhe para uma das torres da basílica inadvertidamente louva Deus quando lê "Sanctus, Sanctus". O visitante que leve tempo a contemplar uma das fachadas reconhecerá que a história que narra vai para além do seu ou da sua experiência na Terra. E quem entrar na nave será atingido pela luz, pelas formas orgânicas, a grandeza e a naturalidade com que o olhar é dirigido para o espaço central da igreja, o altar onde a liturgia é celebrada.
A modalidade mais forte em que beleza, arte e arquitetura se juntam nesta obra-prima de Gaudí é aquando da participação numa das grandes liturgias celebradas na basílica. Nesse momento tudo se reúne: enquanto cada um dos sentidos está a ser abordado e ajuda a reconhecer a presença de Deus, a arquitetura como um todo aponta apenas para uma direção, a do amor do próprio Deus. Neste sentido, a basílica da Sagrada Família é um grande exemplo de como beleza, arte, arquitetura e liturgia podem ser hoje poderosos aliados no acompanhamento de jovens no seu caminho com Deus.


terça-feira, 21 de março de 2017

Hearbeat (O bater do coração) - "Juntos podemos ter esperança"



Canção interpretada por Ansam, uma menina síria de 10 anos, é um apelo e uma mensagem de esperança das crianças da Síria para o resto do mundo.
Gravado numa cidade síria arrasada pela guerra, o videoclip conta com a participação de crianças deslocadas que, tal como Ansam que nasceu cega, participam em programas de apoio psicológico da UNICEF.
 

quarta-feira, 1 de março de 2017

Quaresma 2017


 
Da Mensagem do Santo Padre Francisco para a Quaresma 2017

A Quaresma é um novo começo, uma estrada que leva a um destino seguro: a Páscoa de Ressurreição, a vitória de Cristo sobre a morte. E este tempo não cessa de nos dirigir um forte convite à conversão: o cristão é chamado a voltar para Deus «de todo o coração» (Jl 2, 12), não se contentando com uma vida medíocre, mas crescendo na amizade do Senhor. Jesus é o amigo fiel que nunca nos abandona, pois, mesmo quando pecamos, espera pacientemente pelo nosso regresso a Ele e, com esta espera, manifesta a sua vontade de perdão...

A Quaresma é o momento favorável para intensificarmos a vida espiritual através dos meios santos que a Igreja nos propõe: o jejum, a oração e a esmola. Na base de tudo isto, porém, está a Palavra de Deus, que somos convidados a ouvir e meditar com maior assiduidade neste tempo…

…A Quaresma é um tempo propício para abrir a porta a cada necessitado e nele reconhecer o rosto de Cristo. Cada um de nós encontra-o no próprio caminho. Cada vida que se cruza connosco é um dom e merece aceitação, respeito, amor. A Palavra de Deus ajuda-nos a abrir os olhos para acolher a vida e amá-la, sobretudo quando é frágil….


Que o Espírito Santo nos guie na realização dum verdadeiro caminho de conversão, para redescobrirmos o dom da Palavra de Deus, sermos purificados do pecado que nos cega e servirmos Cristo presente nos irmãos necessitados. Encorajo todos os fiéis a expressar esta renovação espiritual, inclusive participando nas Campanhas de Quaresma que muitos organismos eclesiais, em várias partes do mundo, promovem para fazer crescer a cultura do encontro na única família humana. Rezemos uns pelos outros para que, participando na vitória de Cristo, saibamos abrir as nossas portas ao frágil e ao pobre. Então poderemos viver e testemunhar em plenitude a alegria da Páscoa.

Vaticano, 18 de outubro de 2016.

FRANCISCO
 
 

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Quem me diz onde é a estrada....

Rostos anónimos, vidas humanas, um poema brilhante que leva a pensar que em cada olhar existe uma vida que reclama a sua dignidade.

sábado, 7 de janeiro de 2017

Pelo sonho é que vamos


PELO SONHO É QUE VAMOS

Pelo sonho é que vamos,
comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.
Basta a fé no que temos.
Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
e ao que é do dia a dia.
Chegamos? Não chegamos?
– Partimos. Vamos. Somos.

                                                                         Sebastião da Gama


sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Caminho...



Por teus olhos acesos de inocência
Me vou guiando agora, que anoitece.
Rei Mago que procura e desconhece O caminho!
Sigo aquele que adivinho anunciado
nessa luz, só de luz adivinhada,
infância humana,
humana madrugada.
Presépio é qualquer berço
onde a nudez do mundo tem calor
e o amor recomeça.
Leva-me, pois, depressa,
através do deserto desta vida,
à Belém prometida...
… Ou és tu a promessa?

                                                                                    Miguel Torga, Coimbra, Natal de 1959

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Oh my God!


Um documentário em que o realizador vai ao encontro das religiões e dos seus líderes para lhe tirarem a dúvida "O que é Deus ?".

Ave Maria - Glorious -


Neste Ano Mariano, na nossa Diocese, nada melhor do que começar o Ano Civil com uma música que nos remete para a Mãe de Jesus. Bom Ano para todos. 

sábado, 24 de dezembro de 2016

É dentro de nós que Jesus nasce...


É dentro de nós que Jesus nasce
Dentro destes gestos que em igual medida
a esperança e a sombra revestem
Dentro das nossas palavras e do seu tráfego sonâmbulo
Dentro do riso e da hesitação
Dentro do dom e da demora
Dentro do redemoinho e da prece
Dentro daquilo que não soubemos ou ainda não tentamos

O Presépio somos nós
É dentro de nós que Jesus nasce
Dentro de cada idade e estação
Dentro de cada encontro e de cada perda
Dentro do que cresce e do que se derruba
Dentro da pedra e do voo
Dentro do que em nós atravessa a água ou atravessa o fogo
Dentro da viagem e do caminho que sem saída parece

O Presépio somos nós
É dentro de nós que Jesus nasce
Dentro da alegria e da nudez do tempo
Dentro do calor da casa e do relento imprevisto
Dentro do declive e da planura
Dentro da lâmpada e do grito
Dentro da sede e da fonte
Dentro do agora e dentro do eterno

José Tolentino Mendonça
Feliz Natal 2016

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Boas Festas

Renovados na Alegria e confiantes na Esperança que não acaba, acolhamos o Emanuel - o Deus connosco. Boas Festas, Feliz Natal

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Imaculada Conceição



A voz e a Cheia de Graça

Lucas 1, 26-38
Vinha de silêncio a voz que te visitava
e, nos arroios da tua madrugada,
deslumbrada, se tonificava

à superfície da tua beleza ela dançava
e, se já era uma voz veloz e alada,
no teu ser se (a)firmava

via-te inteira, como o céu donde baixava,
onde tudo é inteiro e, volteando de atenção,
em ti o céu reencontrava

e, dos fios laboriosos que tua escuta fiava,
a voz teceu uma exultante anunciação
e a tua Graça agasalhava

no vestíbulo da perturbação a voz melodiava
a consolar a espera, em notas da tua alegria
e o tempo já serenava

na incisão da confiança a Palavra se semeava,
a arte materna a acolhia, na Graça se dizia.
A voz silenciava
e a tua fé peregrinava…


Ir. Maria José Oliveira, SFRJS

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

"Bíblia Moov" 2ª edição

O Secretariado Nacional da Educação Cristã acaba de se associar à iniciativa da Sociedade Bíblica no lançamento do projeto "Bíblia Moov" 2ª edição.
Este ano a iniciativa desenvolve-se com dois escalões etários:
Os jovens entre os 12 e os 17 anos concorrem ao prémio Bíblia Moov Jovem e os dos 18 aos 27 ao prémio Bíblia Moov. O concurso vídeo que propõe aos jovens " a criação de um vídeo que, de forma criativa, utilizando os recursos audiovisual e multimédia e recorrendo a géneros e  formas de expressão variados, retrate o conhecimento e a interpretação de um texto Bíblico".
Para isso devem utilizar "as novas tecnologias e as mais variadas formas de expressão artística, promovendo, assim, a criatividade, o associativismo, a inclusão social e digital e o conhecimento das parábolas e dos princípios que elas ilustram como base cultural incontornável da ética e dos valores da nossa sociedade".
O trabalho final irá a concurso, no website www.bibliamoov.pt, onde os candidatos farão o upload dos seus vídeos, e haverá uma gala de atribuição de prémio.
O concurso tem início em junho de 2016 e desenvolve-se até Março de 2017. A data limite de entrega dos trabalhos é 31 de Março de 2017, até às 14h00. A gala de entrega dos prémios acontece no dia 29 de Abril de 2017.
Mais informações:
www.bibliamoov.pt
Fonte : EDUCRIS